Visões Úteis

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Home Novidades
Novidades
Sábado, 19 Outubro 2019 16:31

Curso de Performance em Comunidade 2019 - 2ª Fase

Escrito por Visões Úteis
Curso Performance Comunidade 2019

 

 

Já arrancou a segunda fase do nosso Curso de Performance em Comunidade, que promovemos desde 2012 e que, este ano, desenvolvemos em paralelo à nossa parceria com o Programa Cultura em Expansão na freguesia de Campanhã.

Iniciado em maio passado com uma primeira formação de 5 sessões com um grupo de jovens utentes da Casa do Vale, seguem-se agora 5 sessões adicionais com um grupo de cidadãos seniores da freguesia no espaço da Paróquia do Calvário.

A formação, de frequência semanal, é orientada por Ana Azevedo, e a última sessão - no sábado, dia 23 de novembro - será partilhada com a comunidade e aberta ao público geral, tendo lugar no auditório da Junta de Freguesia de Campanhã.

Antiprincesas

 

No próximo dia 20 de outubro (domingo) às 11h chega a Campanhã uma das criações de “Antiprincesas”, uma série de quatro espetáculos para crianças criados por Cláudia Gaiolas a partir da coleção de livros do mesmo nome, editada pela Tinta-da-china e pela EGEAC, sobre mulheres que desafiaram os cânones e marcaram a história através da arte, literatura ou política.

Em Campanhã, o espetáculo é inspirado na artista chilena Violeta Parra e conta com a interpretação de Sandra Pereira.

"Antiprincesas: Violeta Parra" terá início às 11h no Auditório da Junta de Freguesia, e destina-se a crianças a partir dos 3 anos de idade. 

A entrada é livre!

Quarta, 09 Outubro 2019 11:27

"Little B" - Quase a estrear!

Escrito por Visões Úteis

Little B - Desenho

 

“Nós não nos conhecemos quando tu pensas que nos conhecemos.”


Entram no seu último mês os ensaios de “Little B”, a nossa nova criação inspirada pela vida e pelo percurso profissional de Mário Moutinho - nosso Artista Associado no biénio 2018/2019 -, que partilha connosco e com Sara Barros Leitão a autoria e interpretação.

Apesar do seu ponto de partida biográfico, “Little B” não tem pretensões documentais, dedicando-se simultaneamente àquilo que aconteceu, ao que poderia ter acontecido, ao que gostaríamos que acontecesse, ao que nunca mais acontecerá e ao que está por acontecer.

Um espetáculo sobre os encontros dos tempos, sobre “pessoas que se repetem” e que, por isso, se encontram, a si mesmas e às outras, sobre pessoas que reconhecem a sua vida nas dos outros, mais do que na projeção que fazem de si, sobre atores que vivem na memória uns dos outros.

“Little B” é uma coprodução com o Teatro Municipal do Porto, com o Teatro Diogo Bernardes de Ponte de Lima e o Teatro Académico de Gil Vicente de Coimbra.

A estreia está marcada para Ponte de Lima já no próximo dia 8 de novembro!

 

E, após uma recente residência em São João da Madeira para desenvolver a 3ª parte do seu projeto “Cascas de Memória”, a nossa Artista Associada Solveig Phyllis Rocher apresenta-se no Centro de Arte Oliva já nos dias 4, 5 e 6 de outubro.

Oportunidade para ver as “Cascas de Memória” nº1 e nº3, num projeto produzido em colaboração com o Centro de Arte de S. João da Madeira. Nos dias 4 e 5 é desenvolvida a peça Nº 3 , com a duração de 15 minutos, iniciada a cada hora certa: 11h00; 12h00; 13h00; 15h00; 16h00 e 17h00. No dia 6  de outubro, durante todo o dia, a peça Nº 1: “uma dança duracional que se repete e acumula constantamente.

Nos seus 34 gestos, Solveig salva memórias dos seus avós mortos. Dança nos limites da sala como uma prensa de Guttenberg, um cd ou uma fotocopiadora: on and on, again and again, over and over, reproduzindo os gestos constantemente, enquanto as pessoas vêm e vão. A repetição dum gesto fá-lo persistir no tempo? Não é possível voltar ao que foi?”

Solveig Phyllis Rocher – “Cascas de Memória” em São João da Madeira

Gustavo Ciríaco / Cultura em Expansão

A primeira criação a apresentar-se este mês em Campanhã no âmbito do Cultura em Expansão tem uma ligação especial a um espaço e a comunidades que marcaram a atividade recente do Visões Úteis.

Trata-se de "Onde o Horizonte se move" do artista brasileiro Gustavo Ciríaco, um espetáculo site-specific em torno do horizonte enquanto campo de ficção partilhado, que procura responder à complexa fase de intensa reflexão, reescrita e reconfiguração global de populações e espaços urbanos. Em cada território, um grupo de voluntários junta-se ao núcleo de criação com o objetivo de o ampliar e criar novos contornos locais a este projeto. Usando textos, canções, movimento e efeitos visuais, a obra brinca com perspetivas e acontecimentos para revelar as diversas camadas de habitação e utilização do espaço urbano.

Em Campanhã, o horizonte será o do Bairro de S. Vicente de Paulo - já “tema” do nosso projeto “Exige o Futuro / Reclaim the Future” e onde voltamos agora para fazer a ponte entre as comunidades locais e a equipa artística do espetáculo, no âmbito da nossa parceria com o Programa Cultura em Expansão.

O resultado deste encontro pode ser visto este sábado, 5 de outubro, numa performance em percurso pelo Bairro de S. Vicente de Paulo.

Início: Praça da Corujeira às 16h30

Aulas de Teatro 2019/2020 - Inscrições

 

Começam já esta semana as Aulas de Teatro do nosso Serviço Educativo da turma de Adultos (21-60 anos), que rapidamente atingiu a sua lotação máxima.


Mas ainda há vagas para as duas turmas mais jovens, cujas aulas começam mais tarde, por isso prolongamos as inscrições para estes grupos até ao próximo dia 9 de outubro (4ª).

Turma dos 12 aos 15 anos
Datas: 12 de outubro 2019 a 27 de junho 2020
Horário: sábado das 12h às 13h30

Turma dos 16 aos 20 anos
Datas: 12 de outubro 2019 a 27 de junho 2020
Horário: sábado das 10h às 11h30

Duração: 1h30 / semana
Local: Visões Úteis – Fábrica Social / Fundação Escultor José Rodrigues (Rua da Fábrica Social s/n, 4000-201 Porto)
Preço: 10,00€ / inscrição (seguro incluído) + 25,00€ / mês
Desconto: 3% no pagamento imediato do total da anuidade / 5% na inscrição de irmãos

Cada turma poderá ter um máximo de 10 participantes. Os participantes receberão um Certificado de Participação.

Para mais informações / inscrições contacte-nos através de Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

Segunda, 30 Setembro 2019 11:11

"Validade" Ano II - Ecos Materiais

Escrito por Visões Úteis

"Validade" Ano II

 


Arranca esta semana o segundo ano do projeto "Validade", desenvolvido em coprodução com a Oficina de Guimarães, que se destina a alunos do 3º ciclo de escolaridade e aborda a questão da sustentabilidade através das práticas criativas.

Depois dos “Ecos Pessoais” de 2018, é agora vez dos “Ecos Materiais”, formação orientada por Cláudia Escaleira e João Martins e que abordará com os mesmos grupos de alunos de escolas de Ronfe, Urgezes e Ponte a sustentabilidade do nosso mundo construído.

Em 2020, “Validade” proporá um novo tema – "Ecos Digitais" - aos mesmos grupos de alunos. Em cada um dos três anos do projeto, os alunos apresentam um exercício final com uma escala progressivamente maior: em 2019 destinar-se-á já à comunidade do seu agrupamento escolar e famílias, e em 2020 assumirá a forma de um espetáculo aberto ao público geral.

Joana Castro - Rite of Decay

Esteve de férias em Agosto a programação do Cultura em Expansão, mas este mês recomeçam os espetáculos e atividades!

Em Campanhã a programação é retomada com um nome que nos é próximo: Joana Castro, coreógrafa e performer, e uma das nossas Artistas Associadas para o biénio 2019/2020 (no seu projeto em parceria com Maurícia Barreira-Neves).

"Rite of Decay", trabalho que desenvolveu a solo e que tem estreia marcada para 2020 no festival GUIdance (Guimarães), apresenta-se em antestreia no próximo dia 14 (sábado) às 21h30 no Auditório da Junta de Freguesia de Campanhã.

Um espetáculo que nos fala da “gestão de um corpo em decadência, que se expõe, que falha, onde o tudo e o nada, a persistência e a renúncia, a presença e a ausência, o equilíbrio e a queda se defrontam na tentativa de reconciliação com o fim. O fim do mundo como uma metáfora para a nossa própria degradação.”

No âmbito do nosso trabalho de ligação entre as Associações e comunidades de Campanhã e a programação do Cultura em Expansão na freguesia, convidámos um grupo de jovens e técnicos acompanhantes da Casa do Vale a assistir a “Rite of Decay”, e a participar posteriormente numa conversa com Joana Castro para uma troca de ideias sobre o espetáculo – a ter lugar no dia 23 de setembro na Casa do Vale.

E no dia 15 de setembro (domingo) às 17h, também no Auditório da Junta de Freguesia de Campanhã, será a vez de "Romance" da coreógrafa e dramaturga Lígia Soares. Uma peça que parte da pesquisa sobre a criação de dispositivos cénicos que possam integrar a presença do público, e que “passa pela simples ação de pedir diretamente para dizer, enchendo de palavras a boca do espectador. Este pedido ou comando torna-se simultaneamente um ponto de relação entre o público e o performer e um meio de diálogo entre os vários espectadores. Vozes e perspetivas plurais são assim incluídas num texto que parodia e reflete sobre a falência do discurso da classe média no mundo ocidental, denunciando o que está por detrás do politicamente correto.”

A entrada para estes dois espetáculos é livre!

IETM Milão 2019

 

Nos passados dias 2 a 5 de Maio estivemos em Milão para participar no Encontro Satélite promovido pelo IETM – International Network for Contemporary Performing Arts, de que somos membros.

Tendo como tema central a Linguagem nas Artes Performaivas, o encontro foi organizado em parceria com a Fattoria Vittadini, e decorreu em paralelo ao Festival del Silenzio, um evento internacional de artes performativas dedicado à promoção da linguagem e da comunicação, e ao apoio à Linguagem Gestual Italiana, que luta ainda pelo seu reconhecimento legal.

As sessões aconteceram em ambiente de tradução permanente e múltipla: tradução oral simultânea em Inglês e Italiano, tradução gestual simultânea em Língua Gestual Inglesa, Italiana e Internacional, transcrição permanente das intervenções para um documento projetado em tempo real.

A diversidade linguística dos próprios participantes foi transformada em material de trabalho, através de pequenos exercícios, em conjunto ou em pequenos grupos, que antecederam todas as sessões de trabalho. Assim, pudemos, por exemplo, posicionar a nossa língua numa “escala de poder” e influência mundial, listar palavras que aceitamos ou de que fugimos nas nossas práticas artísticas, ou treinar as nossas capacidades na transmissão de pequenas mensagens em língua gestual.

Um multifacetado painel de oradores trouxe ao debate questões que poderiam, cada uma por si, ser tema de um encontro próprio: a tradução como ferramenta de aproximação, mas também de exercício de poder e de condicionamento cultural (como exemplo, 90% dos livros traduzidos para árabe são de língua inglesa); a acessibilidade das criações artísticas de falantes a espectadores surdos (e, por exemplo, as questões levantadas pela presença de um tradutor gestual na sala - fator de distração? elemento a integrar no elenco?); a adoção do silêncio como “segunda língua” que força o encontro criativo entre quem fala línguas diferentes; a utopia do Esperanto; o desaparecimento de línguas minoritárias (com o exemplo, levado de Portugal pela Paula Diogo, do crioulo de Coxim); o modo como os próprios artistas dificultam o acesso ao seu trabalho (e a sua divulgação) por causa da linguagem que decidem utilizar para o descrever, tantas vezes críptica para os potenciais espectadores.

No Encontro Satélite, o tempo de lazer, como o de debate, foi também ele sempre marcado pelas questões da comunicação e da acessibilidade - no bar do Festival del Silenzio, por exemplo, todos os pedidos têm de ser feitos em língua gestual (seguindo a tradução da carta que é disponibilizada). E, dos espectáculos incluídos na  programação, um destaque especial para "Gentle Unicorn" de Chiara Bersani, artista que explora de forma poderosa o (nosso) fascínio pelo (seu) corpo não-conforme.

O Relatório Final deste encontro - “Loud Silences – Languages, accessibility and cultural hegemony” - está, desde o início deste mês, disponível para download gratuito (em língua inglesa)!

Sábado, 07 Setembro 2019 12:55

Aulas de Teatro 2019/2020 - Inscrições Abertas!

Escrito por Visões Úteis

 

Estão abertas as inscrições para mais um ano de Aulas de Teatro do nosso Serviço Educativo, orientadas por Ana Azevedo.

Nas aulas de teatro são explorados vários métodos e técnicas teatrais, tendo sempre em conta a valorização do trabalho em grupo e o crescimento interpessoal de cada aluno. Em todos os níveis exploramos técnicas de improvisação e comunicação, e trabalhamos a postura, a expressão corporal, a voz e a dicção, em paralelo à exploração do texto, sua leitura e criação.

A planificação das aulas e os conteúdos apresentados funcionarão como base para o trabalho, mas serão flexíveis e adaptados, momento a momento, às necessidades de cada grupo e às diversas faixas etárias.

Para além dos exercícios propostos nas aulas, fará parte do processo de formação o contacto com vídeos, filmes e livros de/e sobre teatro, algumas propostas de espetáculos a que os formandos poderão assistir e a articulação e acompanhamento das criações que o Visões Úteis terá em curso.

As aulas incluem ainda uma apresentação pública durante o último trimestre do ano letivo.


Aceitamos formandos para três grupos de diferentes escalões etários:
 

Turma dos 12 aos 15 anos 

Datas: 12 de outubro 2019 a 27 de junho 2020

Horário: sábado das 12h às 13h30 

 

Turma dos 16 aos 20 anos 

Datas: 12 de outubro 2019 a 27 de junho 2020

Horário: sábado das 10h às 11h30

 

Turma dos 21 aos 60 anos 

Datas: 2 de outubro 2019 a 24 de junho 2020

Horário: 4ª feira das 19h às 20h30


Duração: 1h30 / semana

Local: Visões Úteis – Fábrica Social/Fundação Escultor José Rodrigues (Rua da Fábrica Social s/n, 4000-201 Porto)

Preço:
10,00€ / inscrição (seguro incluído) + 25,00€ / mês


Desconto:
3% no pagamento imediato do total da anuidade / 5% na inscrição de irmãos


 
Cada turma poderá ter um máximo de 10 participantes. Os participantes receberão um Certificado de Participação.

Para mais informações / inscrições contacte-nos através de  Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

Pág. 1 de 40

Facebook


O Visões Úteis é uma estrutura financiada

Ministério da CulturaDireção Geral das Artes

O Visões Úteis é membro

Plateia - Associação dos Profissionais das Artes Cénicas IETM - International Network for Contemporary Performing Arts Anna Lindh Foundation

Visões Úteis é associado

Associação dos Amigos do Teatro da Liberdade da Palestina - The Freedom Theatre e ZERO - Associação Sistema Terreste Sustentável