Visões Úteis

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Home

Estudos

Estudos Estudos Visões Úteis

“Eles são os culpados. Sempre.”

Primeira parte do projecto "Visíveis na Estrada através da Orla do Bosque". Falamos de fronteiras, dos eles e do outro lado ou ao nosso lado, dos heróis que atravessam fronteiras e daqueles que as erguem, da forma como falamos uns com os outros ou como disfarçamos a nossa impotência. Quatro situações, quatro fronteiras, quatro linguagens. Um homem discursa sobre a paz que quer querer mas não consegue; um colóquio sobre todos nossos eles e todos os eles que somos; uma conversa para as câmaras entre um herói derrotado pela situação e um oportunista que a domina; uma instalação em que a memória vai sendo comida pela peste que nenhuma fronteira detém.

Integrada nos Teatros do Outro da Porto 2001 – Capital Europeia da Cultura.
Estreou a 19 de Abril de 2001 no espaço Maus Hábitos no Porto. Além do Porto, foi apresentada em Macedo de Cavaleiros, Aveiro, Estarreja e Vila Pouca de Aguiar num total de 18 apresentações.

concepção, dramaturgia e direcção
Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins e Pedro Carreira

banda sonora original, sonoplastia e operação de som
João Martins

colaboração na cenografia
Paulo Soares

figurinos
Sofia Matos Soares

design gráfico
Vitor Azevedo/DeC

interpretação
Alzira Matos, Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins e Pedro Carreira

voz off
Diogo Dória

produção executiva
Ágata Marques Fino

Mais Informação

  • Ano de estreia: 2001
  • Available for Touring: Não
Última modificação em Segunda, 21 Junho 2010 16:11

O Visões Úteis é uma estrutura financiada

Secretário de Estado da CulturaDireção Geral das Artes

O Visões Úteis é membro de

Plateia - Associação dos Profissionais das Artes CénicasIETM - International Network for Contemporary Performing ArtsAnna Lindh Foundation