Visões Úteis

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Displaying items by tag: Infância
Friday, 11 February 2011 18:58

The Wind

THE WIND is more than a show. THE WIND is an original performative experience which invites the audience to take part in the performance, after participating in a short workshop which takes place immediately before the show. And the audience will no longer be just audience, but also a member of the artistic team, developing a collaborative work and transforming itself in performer and playwright.

The creative process of THE WIND began with a trip to the windmills of D. Quixote, in Spain, followed by a residence in a small fishing village in Portugal, with the purpose of trying to find an intersection between a universal, classical collective imaginary and a popular, local one. The final performance deals with a fragile community standing before the power of the wind, in a poetic attempt to find a balance between culture and nature.

 

THE WIND

38ª Criation from Visões Úteis

direction

Inês de Carvalho

dramaturgy

Alberta Lemos, Ana Vitorino e Carlos Costa

cast

Ana Vitorino, Carlos Costa y Alberta Lemos (off)

set and costume Design

Inês de Carvalho

llghts and image design

José Carlos Coelho

original soundtrack

João Martins

photography

Paulo Pimenta

lights and sound operation

Luis Ribeiro

stage management

Joana Neto

production

Visões Úteis

 

age rating

4 years and older

running time

90 minutes (workshop + show)

Published in Theatre Plays
Monday, 08 November 2010 12:02

Qual é coisa, qual é sombra? [Guião]

Guião da peça homónima, de 2002, criado em colaboração com crianças do Bairro de Aldoar, no Porto. Disponibilizamos o texto na "versão conto" (adaptação de Ana Vitorino).

Licença Creative Commons

"Qual é coisa, qual é sombra?", de Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins e Pedro Carreira está publicado ao abrigo duma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.5 Portugal License.

Descarregue, partilhe, utilize e transforme. Mas exclusivamente para fins não comerciais e creditando sempre as autorias originais. E volte a partilhar eventuais obras derivadas deste mesmo modo.

Para este efeito os autores são Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins e Pedro Carreira para o texto original de cena e Ana Vitorino para a adaptação a
conto.

Published in Original Texts
Friday, 23 July 2010 18:20

Muna [Guião]

Guiões da peça homónima de 2008. Um projecto para dois espectáculos (crianças e adultos).

Licença Creative Commons

"Muna", por Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins é publicado ao abrigo duma licença Creative Commons Attribution-NonCommercial-ShareAlike 2.5 Portugal License.

Descarregue, partilhe, utilize e transforme. Mas exclusivamente para fins não comerciais e creditando sempre as autorias originais. E volte a partilhar eventuais obras derivadas deste mesmo modo.

Published in Original Texts
Monday, 21 June 2010 18:22

Muna

“Meu filho, porque estás tu a tremer?
Pai, o Rei dos Elfos, não o estás a ver?
O Rei dos Elfos de cauda e coroa?
Meu filho, é só o nevoeiro que voa.”

“Muna” é um projecto que parte de uma mesma concepção dramatúrgica, plástica e sonora para dar origem a dois espectáculos: um apresentado de dia— “Muna” para a infância— e outro apresentado de noite— “Muna” para adultos. Inspirando-nos no poema “O Rei dos Elfos” de Goethe e no universo do ilustrador Júlio Vanzeler, exploramos o território entre o sonho e o acordar, onde a realidade e a ficção se unem e onde habitam todas as coisas sem nome que nos causam simultaneamente fascínio e medo. O espectáculo foi produzido em colaboração com os Teatros Nacionais São João e Dona Maria II.

“Muna” estreou a 18 Junho (versão para a infância) e a 20 Junho (versão para adultos) de 2008 no Teatro Carlos Alberto no Porto.

Sinopse

Versão para a infância

Num quarto uma criança está deitada na cama. Está doente e os pais vigiam-na. No seu sono de febre a criança mergulha num território estranho e desconhecido, onde se imagina um super-herói. Os objectos e vozes do quarto confundem-se com as personagens excêntricas desse mundo sonhado. O nosso herói vive uma aventura inesperada com um pé na realidade e outro na fantasia. Enquanto luta com o Rei dos Elfos para salvar a lua roubada, toma o xarope que a mãe lhe dá.

Versão para adultos

Num quarto um pai que perdeu um filho está deitado na cama. No seu delírio de dor mergulha num território estranho e desconhecido de onde não consegue fugir. As memórias e os remorsos confundem-se com as personagens bizarras desse mundo que inexplicavelmente o interpela. Numa batalha perdida à partida, o pai tenta dominar a sua esmagadora impotência. Num mundo que foge a qualquer lógica, tenta encontrar o caminho de volta à realidade.

Estreou a 18 Junho (versão para a infância) e a 20 Junho (versão para adultos) de 2008 no Teatro Carlos Alberto no Porto, e em Outubro seguinte esteve em cena no Teatro Nacional Dona Maria II em Lisboa. Em Dezembro de 2008 foi ainda apresentado no Auditório da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (versão para a infância) e em Outubro de 2009 ambas as versões estiveram em reposição no Teatro Helena Sá e Costa (Porto). Muna fez já um total de cerca de 50 apresentações. Continua disponível para itinerância.

dramaturgia e direcção
Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins

cenografia e adereços
João Calvário

figurinos
Ana Luena

a partir de ilustrações originais de
Júlio Vanzeler

banda sonora original e sonoplastia
João Martins

desenho de luz
José Carlos Coelho

caracterização
Anita Novais

interpretação
Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins, João Martins, Pedro Carreira, Rui Queirós de Matos e Raquel Carreira (voz-off)

assistência de cenografia e adereços
Rui Azevedo

execução de adereços adicionais
Suzete Rebelo

execução de guarda-roupa
Ana Maria Fernandes, Glória Costa

pintura de figurinos
Catarina Felgueiras

execução de cenografia
Américo Castanheira/Tudo Faço

coordenação de montagem e assistência de iluminação
Luís Ribeiro

assistência de produção
Helena Madeira

produção executiva
Marina Freitas

Published in Theatre Plays
Monday, 21 June 2010 15:35

Qual é coisa, qual é sombra?

“Vou construir uma torre muito alta
Para chegar até ao céu
E ver o que se passa com o sol”

A convite do Rivoli, criámos com crianças do Bairro de Aldoar um espectáculo para atirar os medos para trás das costas. E no mês de trabalho diário com aqueles meninos tentámos atirar pela janela do teatro o quotidiano duro e escondido onde habitam, esperando que mesmo depois de as luzes apagadas um qualquer raio de sol as continue a acompanhar.

Co-Produção com a Culturporto/Rivoli-Teatro Municipal no âmbito do Projecto Bairros.
Estreou a 18 de Abril de 2002 no Rivoli no Porto onde teve 3 apresentações.

texto, direcção e concepção
Ana Vitorino, Carlos Costa, Catarina Martins e Pedro Carreira

espaço cénico
Paulo Soares

banda sonora original e sonoplastia
Gustavo Costa

operação de som
Gustavo Costa

operação de luz
(Rivoli)

interpretação
Ana Vitorino, Augusto Pereira, Carla Pinto, Carlos Costa, Catarina Martins, Daniel Oliveira, Diogo Fernandes, Flávio Ribeiro, Hélder Mendes, Joana Inês Oliveira, Joana Mafalda Neves, Lúcia Pereira, Marisa Macieira, Pedro Carreira, Vanessa Pinho e Vanessa Teixeira

produção executiva
Ágata Marques Fino

Published in Theatre Plays
Monday, 21 June 2010 09:31

As Aventuras de João Sem Medo

“Proibida a entrada a quem não andar espantado de existir.”

Na nossa segunda produção teatral brincámos com os monstros debaixo da cama e fizemos cabanas. Fomos crianças de novo e deparámo-nos com questões que mesmo hoje, enquanto adultos, não somos capazes de responder: por que caminho vamos? O que é real e o que é ilusão? Que mundo queremos afinal? O que é mais belo?

A partir do texto homónimo de José Gomes Ferreira brincámos com os filhos e quisemos piscar o olho aos pais.

Estreou a 16 de Junho de 1995 no Teatro Sá da Bandeira no Porto. Além do Porto, foi apresentada em Coimbra num total de 23 apresentações.

texto
José Gomes Ferreira

encenação
Nuno Cardoso

dramaturgia
Visões Úteis

preparação vocal
Cristina Faria

cenário e figurinos
Eduardo Loio e Nuno Cardoso

banda sonora original e sonoplastia
Albrecht Loops

desenho de luz
Nuno Cardoso

concepção gráfica
Eduardo Loio

fotografia
J. P. Lima

confecção de figurinos
Paula Ventura

operação de luz
Serafim Ribeiro/Nuno Cardoso

operação de som
Catarina Martins

interpretação
Alexandra Lobato, Ana Vitorino, Carlos Costa, Maria João Jorge e Pedro Carreira

produção executiva
Catarina Martins

Published in Theatre Plays

Visões Úteis is funded by

Secretário de Estado da CulturaDirectorate-General for the Arts (DGARTES)

Visões Úteis is a member of

Plateia - Associação dos Profissionais das Artes CénicasIETM - International Network for Contemporary Performing ArtsAnna Lindh Foundation

Visões Úteis é associado

Associação dos Amigos do Teatro da Liberdade da Palestina - The Freedom Theatre ZERO - Associação Sistema Terreste Sustentável